Estatutos
Orgãos Sociais
Actividades
Apoios
Sócios
Inscrição/Quotas
Livraria
Contactos
História
Roteiro
Indice Temático
Indice Analítico
Sala dos Índices
Arquivos Distritais
Bibliografia
Bases de Dados
Paroquiais
Ajuda
Roteiro Índice Temático Bases de Dados Contactos
Liga dos Antigos Graduados da Mocidade Portuguesa
Tipo: Fundo    Dimensão: 17 caixas    Datas: 1945-1974
História:
Associação criada em 1945 por antigos graduados da Mocidade Portuguesa, como "uma forma de prolongar a camaradagem ganha na Mocidade Portuguesa, entre aqueles que, ano após ano, vão abandonando as fileiras desta organização", conforme então referiu o presidente da Assembleia Geral.

Tendo por objectivo "procurar, por todos os meios legítimos, melhorar o nível dos seus associados", a liga financiava bolsas de estudo, ajudas financeiras, assistência médica e recomendação dos sócios a outras instituições para a ocupação de cargos.

A Liga dos Antigos Graduados da Mocidade Portuguesa teve como presidentes da direcção o Dr. Luís d'Avillez A. M. Castro e o Dr. Carlos da Silva Gonçalves, e editava um boletim informativo denominado "Facho", de tiragem mensal. Tinha a sua sede no Palácio da Independência, em Lisboa. Foi extinta em Abril de 1974.

História custodial e arquivística:
Após o 25 de Abril de 1974, de acordo com o n". 2 do art", 16 do Decreto-Lei n°. 123/75, de 11 de Março, a documentação da Liga 28 de Maio foi entregue aos Serviços de Coordenação da Extinção da PIDEIDGS e LP, criados a 7 de Junho de 1974, por Despacho do Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, e regulamentado por Despacho de 28 de Junho do mesmo ano. A 17 de Janeiro de 1991 (DL4/91) foram extintos os Serviços de Coordenação da Extinção da PIDEIDGS e LP, e toda a documentação tutelada pelos mesmos foi integrada no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, passando esta entidade a "tomar as medidas necessárias à sua transferência, conservação, ordenação, inventariação e descrição".
Descrição:
O fundo integra processos individuais de admissão de sócios fundadores, ordinários e extraordinários. Estes processos incluem o boletim de inscrição e correspondência trocada com o sócio.